Conjunto Rural e Habitacional Setecentista em Nogueira da Maia

Reabilitação | Concluído

Descrição:

A proposta apresentada pretende reabilitar um conjunto edificado situado no Largo da Pena. O conjunto é constituído por uma tipologia de características rurais, onde os volumes se organizam em torno de um logradouro, sendo o edifício de habitação principal o elemento confrontante com o espaço público, neste caso, o largo da Pena, no Concelho da Maia.

Sinopse:

Apresentamos um projeto de um conjunto habitacional que recupera uma casa rural do século XVIII, que sofreu ao longo dos tempos várias transformações. Julgamos, por isso, apresentar uma proposta volumétrica com um desenho que requalifica o espaço envolvente e relaciona-se essencialmente com o interior do lote sem prejudicar os elementos morfológicos dominantes do conjunto. O edifício principal com 2 pisos destinados à habitação implanta-se num terreno que tem um declive praticamente nulo, pelo que se dedicou especial cuidado à volumetria e às suas dimensões relativamente às construções envolventes.

No edifício principal de habitação distinguem-se dois volumes – o volume original que mantém-se na proposta de reabilitação e o volume construído posteriormente. O segundo volume apresenta elevada cércea para logradouro e linguagem arquitetónica inconsistente.

Propomos alteração deste volume de modo a criar uma continuação do volume original. A unidade habitacional reabilitada apresenta-se como dois volumes interligados com a diferença bem marcada na organização interior. No volume modificado encontra-se uma sala com pé- direito duplo e a suite localizada em área superior de uma parte da sala, criando assim um ambiente tipo “loft”. No volume original a organização do espaço é tradicional e adaptado às exigências da vida contemporânea.

Arquitetura: arqtº Avelino Oliveira c/ arqtª Elina Briede; Arqtª Catarina Ferreira; Arqtº Gil Brito

Engenharias: Engº Pedro Ferreira; Engº Lopes de Oliveira

Créditos fotográficos: Oval